tiny_little_box

uma caixinha de lembranças aberta em um blog de histórias: leia as curtas, os esquetes, de uma só vez ou o começo, o meio e o fim

Better – De uma só vez setembro 3, 2009

Filed under: De uma só vez — Denize Guedes @ 12:28 am
Tags: , , , , , , , ,

Quando Paul fez a sua quarta curva suave à direita na Hemmersmith Road daquela quinta-feira, 30 de abril, faltavam 20 minutos para as seis da tarde e ele se sentia solitário. Transportava dezenas de pessoas no ônibus da companhia de sight seeing em que trabalhava, mas era como se estivesse abandonado. Era assim fazia tempo. Passava pelos principais pontos turísticos de Londres em viagens de ida e volta umas oito vezes por dia, lançava o seu melhor sorriso amigável a pessoas de variadas nacionalidades de manhã, à tarde e à noite. Só não saía de dentro de si. Era um homem de meia idade que sabia dirigir e apertar o botão de play do audio guide para os turistas deslumbrados.

A saída da estação Charing Cross que dá para a Trafalgar Square estava atulhada de gente quando ainda faltavam quinze minutos para as seis horas da tarde daquela quinta-feira, 30 de abril.Richard, um paranaense filho de pais japas alucinados pelos Beatles, tentava abrir espaço em meio à multidão. Ele sabia que a pontualidade está para os britânicos assim como o jeitinho está para os brasileiros e tratava de arrumar um microfone e lugar para acompanhar o que quer que fosse que a T-Mobile fosse inventar desta vez. Era chamado de Ringo pelos colegas da Goldsmiths College, onde chegou para estudar Marketing Viral em setembro do ano passado. Não por acaso fora batizado com o verdadeiro nome do baterista inglês.

Eram os Girassóis que George observava pontualmente às seis da tarde daquela quinta-feira, 30 de abril. Foi varrido dos pensamentos sobre a mulher, apaixonada por Van Gogh e a quem tinha acabado de levar flores no hospital, quando ouviu o aviso da National Gallery de que as portas seriam fechadas em mais alguns minutos. Olhou a tela uma última vez, coçou sua barba branca, passou a mão pelos cabelos igualmente brancos e ainda fartos, foi até o guarda-volumes retirar seu casaco de couro preto. Cruzou a saída e levou um susto com a multidão. Sem oferecer resistência e lembrando-se de coisa parecida que vira na TV, aceitou um microfone e foi parar no meio daquilo tudo, em plena Trafalgar Square.

Do alto de um dos prédios que fazem frente para a National Gallery, John ajustava o zoom de sua câmera digital naquela quinta-feira, 30 de abril, já passados uns 20 minutos das seis da tarde. Era sua tarefa registrar o show dos 13 mil anônimos – tirando a cantora Pink, mesmo com pinta de comum – que resolveram compartilhar uma hora do dia sem saber ao certo o que iria acontecer. Emoção, ações, reações. Era isso que tinha de capturar. Depois era só juntar com o material que outros colegas estavam fazendo e editar um making off da história. Assim como havia feito com a mobilização de Liverpool Street Station no dia 15 de janeiro, onze horas da manhã, pleno horário do rush.

Um garotinho negro no ombro da mãe, dois irmãos de moletom branco com listras pretas, um garota com uma bandeira nas costas e trepada sobre as costas de um rapaz, londrinos de terno e gravata abraçando desconhecidos inesperadamente e cantando em um gigante karaokê aberto. A lente de John pegava tudo isso. E porque as coisas na vida acontecem assim, às vezes feito a bolinha da mesa de pebolim, John também capturou Paul, Ringo e George. Cada um em seu momento, cada qual com sua dor. Ou alegria. Ou as duas juntas.

Apareceram no telão. Apareceram para si. George cantou para a mulher ficar melhor. Ringo cantou gritando porque achou melhor. Até John cantou, para filmar melhor. E Paul, mesmo não dando para ver, cantou para viver melhor.

Todos saíram para o mundo.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s